Meu Precatório

Venda de precatórios é mais viável que empréstimo

Em tempos de dificuldade econômica, muitas pessoas têm recorrido aos bancos a fim de conseguir crédito para projetos pessoais ou quitar dívidas. Devido à procura, as instituições financeiras têm aumentado as restrições com o intuito de evitar a possível inadimplência. Diante desse cenário, a venda de precatórios é a melhor alternativa para os credores.

Afinal, se o beneficiário precisa de recurso e não quer se ver à mercê de burocracias e juros, vender o seu título judicial é a opção mais viável. Além de ser uma solução mais rápida, é menos burocrática e financeiramente melhor para quem necessita de dinheiro na mão.

Quer saber como fazer um bom negócio com o seu precatório? Então continue a leitura para entender porque, nas condições atuais, a venda supera o empréstimo tradicional!

Afinal, a venda de precatórios é segura?

Antes de tudo, é importante reforçar que não há o que temer quando falamos sobre vender o seu precatório. É uma prática muito comum, totalmente legal e com benefícios para quem compra e para quem vende.

Sem contar que a venda é muito útil para quem não quer aguardar os prazos do poder público — muitas vezes adiados, além de extensos — para ter o dinheiro na sua conta.

Quais as vantagens da venda de precatórios?

A principal vantagem de vender o seu precatório é a diminuição dos prazos para receber. Afinal de contas, o efetivo pagamento dos precatórios depende da capacidade do poder público de arcar com o seu compromisso.

Especialmente se você tem precatórios estaduais ou municipais, há um risco enorme de ver o tempo de espera aumentar de forma longa e imprevisível.

Assim sendo, a venda de precatórios é uma ótima solução. Quem vende recebe o dinheiro em menos tempo e sem burocracia. Já quem compra tem o lucro do deságio. Aliás, já falamos sobre esse conceito aqui no blog. Basicamente, deságio é o nome dado a uma porcentagem deduzida do valor bruto do título judicial.

Juros x Deságio

É justamente na comparação entre o deságio e os juros cobrados por bancos em empréstimos que está a grande vantagem da venda de precatórios. Ao fazer um apanhado em sites das grandes instituições financeiras no Brasil, vemos que a taxa de juros mensal para empréstimo pessoal varia de 2,84% a 5,23%.

Naturalmente, os índices mudam de acordo com o relacionamento do cliente com o banco e com as garantias que ele possa dar durante o acordo. Ainda assim, esses são os percentuais médios, que já nos dão uma boa noção do preço cobrado.

Para que você possa entender de forma prática, vamos mostrar um exemplo, em números, com a comparação entre os juros do empréstimo e o deságio da venda de precatórios.

Valor pago em juros ao final de um contrato de empréstimo

Digamos que você, credor de precatório, precisa de R$50 mil para viabilizar o seu negócio, que enfrentou uma grave crise com a pandemia. Em meio a tudo que vivemos, essa é uma situação muito comum, não é mesmo?

Então, ao procurar um banco que oferece os R$50 mil, você precisa preencher todas as burocracias exigidas, além de assumir parcelas mensais com juros de 3% ao mês, durante três anos. Vejamos no quadro:

EMPRÉSTIMO NO BANCO
VALOR R$50 mil
PARCELAS 36
VALOR TOTAL COM JUROS R$104 mil

Parece bem caro, não? Considerando uma taxa média de juros de 3% ao mês, você terá pagado mais que o dobro do valor emprestado pelo banco depois de três anos.

Mesmo que você consiga um valor menor de juros mensais — com ofertas consignadas ou créditos especiais — o valor a ser pago ainda será alto no final do contrato. Sem contar a responsabilidade mensal de pagar as parcelas.

Números com a simulação de uma venda de precatórios

Agora, vamos ver um exemplo de como seriam os números em uma venda. Digamos que você, credor de um precatório estadual, decidiu não esperar o pagamento do estado. Afinal, você precisa dos mesmos R$50 mil para resgatar o seu negócio o quanto antes. Assim, vamos supor que o seu precatório tem um valor bruto de R$80 mil.

Porém, ao invés de recorrer a um banco, você procura a Meu Precatório, que te ajuda a encontrar uma oferta com 30% de deságio sobre o valor do seu título. Façamos as contas:

VENDA DE PRECATÓRIO
VALOR DO BENEFÍCIO R$80 mil
DESÁGIO + IMPOSTOS 30% + 6% (aprox.)
VALOR TOTAL A RECEBER R$52 mil

Desse modo, neste exemplo, você receberia aproximadamente a quantia que precisava. O valor seria depositado na sua conta com segurança e sem qualquer compromisso a mais de parcelas ou pagamentos a fazer.

Mesmo que o seu precatório não esteja avaliado em R$80 mil, como no exemplo, a venda ainda seria vantajosa. Seja como for, você já teria em mãos parte do valor desejado (R$50 mil, seguindo o exemplo), de forma rápida e segura.

Calculadora de venda de precatórios

Na venda, existem algumas variáveis. Como os precatórios são títulos de créditos — e têm tipos diferentes — os valores também mudam de acordo com a natureza do seu benefício. Mesmo assim, é possível calcular o valor aproximado que você receberia pelo seu precatório.

Para facilitar e simplificar os seus cálculos, criamos uma calculadora virtual que te ajuda a entender quanto vale o seu benefício e de quanto seria o desconto no caso de venda. Aproveite para acessar a calculadora e fazer as suas contas agora mesmo. É rápido e fácil de usar!

Precatório como garantia de empréstimo

Portanto, se os precatórios são títulos de créditos, eles também podem ser utilizados como moeda de troca. É como a maioria dos juristas entende. Dessa forma, é possível utilizar o benefício na garantia de um empréstimo junto ao banco.

A principal vantagem é conseguir juros um pouco menores, embora isso dependa da instituição e da disposição dela em realizar os trâmites necessários.

Aqui no blog temos toda a consultoria — com muitos artigos atualizados e uma equipe à sua disposição — para você entender o processo de venda de precatórios e fazer a melhor escolha. Não deixe de ler o material que disponibilizamos de forma gratuita, simples e sempre em dia com as notícias mais importantes sobre o seu título judicial.

Depois de conhecer todas as vantagens da venda, inclusive em relação aos empréstimos, sinta-se à vontade para entrar em contato com a nossa equipe para negociar o seu benefício ou tirar dúvidas. Até a próxima!

 

Sair da versão mobile